outubro 23, 2015

Ácido Tranexâmico – uma nova arma contra o melasma

MelasmaO Melasma é uma das causas mais comuns de manchas escuras na pele, especialmente nas mulheres.

 

Para o tratamento do Melasmafundamental é retirar os fatores de risco, e para isso precisamos nos protegermos do Sol e avaliarmos possíveis influências hormonais. Além disso, cremes a base de ácidos e clareadores, peelings, laser são usualmente prescritos com resultados variáveis.

 

O ácido tranexâmico é uma nova opção para o tratamento do melasma, especialmente nos casos de mais difícil controle. Esta substância é derivada da lisina e atua ao inibir o ativador de plasminogênio. Voltando ao português, sabemos que o plasminogênio é encontrado nas células basais da pele e que quando ativados pelos raios ultravioleta do Sol, estimulam a pigmentação (processo denominado melanogênese). Anticoncepcionais e gravidez também podem ativar este sistema de pigmentação

 

O ácido tranexâmico é uma ótima ferramenta para o tratamento do melasma

Estudos publicados na literatura médica endossam o uso do ácido tranexâmico para o tratamento do Melasma como suplemento oral, na forma de injeções ou após aplicação de laser ou microagulhamento, estratégia de tratamento denominada “drug delivery“.

Como toda medicação, efeitos colaterais são descritos, portanto, o seu uso deve ser indicado pelo seu médico.

O ácido tranexâmico pode ser utilizado com segurança no tratamento do melasma

Caso tenha melasma,
pergunte ao seu dermatologista se você tem indicação deste tratamento!

Compartilhar: / / /
Destaques
cirurgia.net
Recomendações