Francesconinforma

Unhas postiças e risco de câncer de pele

As unhas artificiais vem a cada dia se tornando mais populares. O seu uso é tanto para o aumento cosmético das unhas como para proteção no caso de pessoas que tem o hábito de roe-las.

O problema é que para a aplicação de algumas destas unhas artificiais (como a de acrigel e de fibra de seda) utiliza-se um equipamento que emite radiação ultravioleta (UV). A composição da luz UV deste aparelho é semelhante ao das câmaras de bronzeamento (95% UVA e 5% UVB) assim como a quantidade de radiação recebida por metro quadrado.

Os fabricantes destas câmaras de emissão de luz UV para as unhas alegam que as lâmpadas servem para limpar as unhas, matar bactérias residuais e torna-las mais saudáveis. Os salões utilizam estas câmaras para a aplicação de unhas postiças, secagem de polimentos e sobre películas “protetoras”.

Atualmente, as câmaras de bronzeamento são consideradas fatores de risco para o surgimento de câncer de pele, como explicado em blog anterior. Por analogia de raciocínio os procedimentos de unha que necessitam de exposição UV também devem ser considerados de risco para o surgimento de câncer de pele.  Para corroborar com esta afirmação, foi publicado em conceituada revista de dermatologia – “Archives of Dermatology” de julho de 2009 –  relato de casos de câncer de pele nas mãos de pessoas que se expunham à câmara UV para as unhas.

Caso queira usar unhas postiças, não utilize métodos que precisem de exposição UV.

no responses

Lifting de Nefertiti

A aplicação da toxina botulínica (Botox®) já é mundialmente famosa para tratar as rugas dos olhos e da testa. Agora, a técnica também está sendo utilizada para rejuvenescer a região do pescoço – um dos lugares que mais sofre com o passar do tempo. É o famoso lifting de Nefertiti, que nada mais é do que a aplicação do Botox® no conjunto de músculos que puxam a face para baixo, o platisma, que sai da clavícula e se liga aos tecidos do rosto.

O nome do procedimento faz referência à rainha egípcia Nefertiti, que tinha uma estrutura óssea admirável. Como mostra sua sublime imagem, no busto em exposição no Museu de Berlim, o músculo do seu pescoço – o platisma, parece invisível. Com o processo de envelhecimento, a flacidez do rosto é acentuada pela ação deste músculo, que puxa para baixo a pele flácida, formando a famosa “papada”. Desta forma, o alvo das injeções de Botox® é o próprio platisma, um músculo bilateral que desce da mandíbula até a “saboneteira” — a depressão cercada de ossos logo abaixo do pescoço.

O Botox® é aplicado numa área triangular bem no centro do músculo, fazendo com que ele relaxe. Com isso, há um reequilíbrio das forças musculares que puxam a face para cima, proporcionando o reposicionamento do volume e contorno faciais. O procedimento é realizado no consultório dermatológico, com anestesia tópica e dura cerca de 30 minutos. O efeito pode permanecer por 6 a 9 meses.

O Lifting de Nefertiti é uma alternativa temporária à plástica tradicional — em que pele e músculos são estirados através de cortes atrás das orelhas. A técnica com o Botox® apresenta ótimos resultados em pacientes que têm entre 35 e 50 anos, sendo contra-indicada para os casos de flacidez acentuada.

no responses

Queilite e pasta de dente

Queilite significa inflamação dos lábios ou do vermelhão da boca. É causa importante de desconforto. O principal sintoma é o ressecamento labial com ou sem fissuras (rachaduras). Dor e vermelhidão podem estar presentes nos quadros mais intensos. São muitas as causas de queilite, mas os processos alérgicos são considerados os principais causadores desta dermatose. Dentre os potenciais desencadeadores temos os  cosméticos (especialmente batons), a pasta de dente (principalmente as coloridas), as medicações, as comidas, os materiais dentários e a própria saliva.

Estudo recente aponta que as pastas de dente podem estar implicadas em até 45% dos casos de queilite. Os condimentantes (como canela e hortelã), as fragrâncias e os preservativos são as prinicipais substâncias que causam a alergia. Muitas destas não são importantes para a função da pasta de dente, que é a higienização dos dentes e da cavidade oral. Estes são, em muitos casos, utilizados para seduzir o público, com o intuito de aumentar as vendas. Em caso de queilite procure o seu dermatologista. O exame clínico pode ajudar a diferenciar as possíveis causas e a melhor opção para o tratamento. Tenha cuidado com o seus lábios e proteja-os do Sol!

no responses

Alimentação e pele saudável

Uma das estratégias mais eficazes para promover a saúde da pele é nutrir o corpo com uma alimentação saudável e equilibrada. Estudos demonstram que ingerir determinados tipos de alimentos pode ajudar a prevenir rugas, danos causados pela exposição solar e manter a pele hidratada.

Seguem algumas dicas para a sua dieta:

Frutas e legumes vermelhos – As frutas e os legumes vermelhos apresentam altas taxas de antioxidantes, substâncias que ajudam a prevenir o envelhecimento precoce da pele. Batata-doce e tomate podem ajudar a manter sua pele firme e brilhante. Acrescente mais frutas e legumes como estes à sua alimentação diária.

Citrinos – Consumir citrinos vai ajudar a manter sua pele hidratada, o que a longo prazo irá prevenir as rugas. Laranja, limão e lima, são ricos em vitamina C.

Folhas verdes – A vitamina A, um dos nutrientes mais importantes para a saúde da pele, combate o envelhecimento precoce e a desidratação. A vitamina A é também essencial para a renovação celular. O espinafre e o brócolis, por exemplo, são excelentes fontes de vitamina A.

Peixe – Peixes como salmão, atum e sardinha são ricos em ômega 3, um tipo de gordura, conhecido como ácido graxo essencial, muito importante para a saúde do corpo. Nosso organismo é incapaz de produzir ômega 3, temos que obtê-lo na alimentação. Comer peixe duas a três vezes por semana é suficiente para manter a pele saudável.

Na próxima vez que for às compras, faça uma lista para a sua pele!

 

no responses

Eficácia dos protetores solares

No último dia 04 de dezembro, a Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) questionou estudo realizado pelo Pro Teste Consumidores, que coloca em dúvida a eficácia de alguns protetores solares.

“A SBD entende que para aferir o Fator de Proteção Solar (FPS) e a resistência a água deve ser utilizado o teste in vivo com voluntários humanos, seguindo normas do FDA (Food and Drug Administration) eCOLIPA (European Cosmetic, Toiletry and Perfumary Association) que são as recomendadas pela ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). O Pro Teste se utilizou da técnica in vitro baseada em leitura espectrofotométrica e com baixa correlação para o estudo in vivo”.

Por fim, a SBD frisa “a importância da população se proteger do Sol, através do uso de bonés, roupas e filtros solares. O uso adequado de filtro solar continua sendo recomendado para a prevenção do dano solar agudo e crônico, particularmente na prevenção do câncer de pele“.

 

Uso filtro solar regularmente!

no responses

Vitamina D e sua importância

A vitamina D é uma substância importante para o fortalecimento dos ossos. Estima-se que haja, no mundo, pelo menos 1 bilhão de pessoas com deficiência ou insuficiência desta vitamina. Já se sabe que sua deficiência pode aumentar o risco de fraturas. Mas, o que muitos ainda não sabem é que a diminuição de seus níveis estaria relacionado a uma lista de outras doenças – como diabetes mellitus, doenças cardiovasculares, obesidade, infecções das vias aéreas superiores, síndrome dos ovários policísticos, dentre outras.

Há estudos que apontam que a vitamina D pode nos proteger contra alguns tipos de cânceres, como p.ex mama, reto, ovário, próstata, estômago, bexiga, esôfago, rim, pulmão, pâncreas, útero, linfoma não Hodgkin e mieloma múltiplo. Porém, estes estudos são observacionais, ou seja, não são capazes de provar essa relação, mas são sim capazes de estabelecer um nexo (podendo ou não ser comprovado no futuro).

O ser humano obtém a vitamina D tanto pela exposição solar (principal fonte) como pela alimentação – óleos de peixe, Salmão, sardinha, alimentos fortificados e suplementos. São necessários de 5 a 30 minutos de exposição solar (braços e pernas) duas vezes por semana, dependendo da área geográfica e da estação do ano, para a obtenção dos níveis necessários desta vitamina.

Como a exposição solar é a principal fonte produtora de vitamina D e a principal causadora do câncer de pele, como devemos proceder? Devemos aumentar o risco de desenvolver câncer de pele com a desculpa de que podemos nos proteger de outros cânceres? O que se sabe é que não se pode justificar nenhuma exposição solar para normalizar os níveis de vitamina D no sangue, e que as medidas de fotoproteção devem permanecer. É possível saber qual é o nível sanguíneo de vitamina D e em caso de suplementação, o custo é relativamente baixo.

Saiba como se proteger do Sol e escolha alimentos ricos em vitamina D. Em caso de dúvida, consulte seu dermatologista para avaliar a necessidade de suplementação vitamínica.

no responses

Transplante de coração e risco aumentado de câncer de pele

câncer de pele é o tipo de câncer mais comum dentre todos os cânceres. Os principais fatores de risco desencadeantes são os raios ultravioleta – provenientes do Sol. Outro fator de risco importante é a imunossupressão que ocorre em pacientes transplantados. Com a evolução da medicina, existe cada vez mais pacientes transplantados que apresentam uma taxa de sobrevida longa. Desta forma, o risco de surgimento de câncer de pele ao longo dos anos se torna cada vez maior.

 

Dentre todos os transplantes de órgãos sólidos, o de rim é o mais realizado no Brasil. Nesta população, o risco de câncer de pele pode estar aumentado em até 250x. Por conta disto, o sistema de vigilância deve ser constante.

 

Já os transplantes de coração são realizados em poucos centros no Brasil. Mas, importante revisão de prontuários de 312 pacientes transplantados de coração demonstrou que o risco de desenvolvimento de câncer de pele nesta população pode ser 2x maior quando comparada com os pacientes que foram submetidos ao transplante renal.

 

Este estudo reforça a necessidade de se orientar um paciente que foi submetido a um transplante e encontra-se em uso de medicações imunossupressoras. Além das medidas de precauções básicas – como o uso de fotoprotetores, de roupas adequadas e evitar exposição solar, principalmente nos horários de pico, a visita a um dermatologista deve ser realizada pelo menos uma vez ao ano.

 

Use filtro solar diariamente!

 

no responses

5 de fevereiro – Dia do Dermatologista

Dia 5 de fevereiro comemoramos o Dia do Dermatologista, o profissional capacitado para o diagnóstico, prevenção e tratamento das doenças da pele, cabelos e unhas – de adultos e crianças, além da realização de tratamentos cirúrgicos e estéticos.

Na hora de escolher seu Dermatologista, procure sempre um especialista que seja membro da Sociedade Brasileira de Dermatologista – SBD (www.sbd.org.br).

 

“Mais que Paixão, Amor à flor da Pele”.

 

Parabéns à todos os Dermatologistas!

no responses

Quando e como procurar um Dermatologista

A Dermatologia é uma especialidade muito ampla, envolvendo as alterações do maior órgão do corpo humano – a pele; acrescentando-se ainda os chamados anexos cutâneos: cabelos e unhas, além da boca e dos genitais.

 

A Dermatologia é uma especialidade Clínico-Cirúrgica; isto significa dizer que muitas doenças são tratadas com medicamentos e outras necessitam de procedimentos cirúrgicos. Cabe ao especialista, a escolha da forma mais adequada para a solução do problema.

 

A Dermatologia, por decisão do Conselho Federal de Medicina (CFM), abrange a Hansenologia e a Cosmiatria. A Hansenologia sempre fez parte desta especialidade, mas com a implicação dos mecanismos de Saúde Pública, os especialistas são encontrados nos Centros de Saúde.

 

A Cosmiatria é uma das áreas mais procuradas nos dias atuais, pelo verdadeiro culto à beleza. Ninguém melhor que o Dermatologista, com conhecimentos especializados da pele, para atender a este segmento que vem sendo invadido por outras especialidades.

 

O Dermatologista é o médico que, após período de Especialização em Serviço Credenciado pela Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), foi aprovado na Prova de Título de Especialista em Dermatologia, organizada pela SBD/AMB.

 

Consulte o dermatologista pelo menos uma vez ao ano! E lembre-se, ao procurar um Dermatologista, escolha sempre um especialista membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia (www.sbd.org.br).

no responses

Glicação e envelhecimento da pele – entenda esse processo

Ter uma pele bonita e radiante vai depender, em grande parte, do que comemos. É que ao lado dos radicais livres, do estresse dos raios ultravioleta, um processo chamado glicação é responsável por um importante fator de envelhecimento, os AGEs (envelhecer, em inglês).

A glicação ocorre quando uma molécula de açúcar em excesso (por aumento da ingestão ou por lentidão do metabolismo da glicose) adere a uma molécula de proteína, como o colágeno e a elastina, responsáveis pela firmeza e elasticidade da pele. 

A partir desse processo são formados os AGEs, caracterizados por um complexo de açúcar e proteína rígido que altera as estruturas dessas proteínas e impedem o desempenho eficiente de seus papéis mais importantes no organismo. Na pele, o resultado é o aparecimento de rugas e flacidez.

Além de alterarem a estrutura da proteína, os AGEs são fábricas de radicais livres que se acumulam ao longo do tempo, piorando seus efeitos no organismo e deixando a pele com um aspecto opaco e envelhecido.

É possível diminuir os efeitos dos AGEs com hábitos alimentares saudáveis: 

  • A refeição deve ser iniciada com a proteína (comer primeiro a carne e depois os acompanhamentos);
  • Peixes ou frangos à milanesa devem ser feitos à base de nozes, sementes moídas ou farelo de aveia;
  • Amêndoas e quinua são uma boa pedida para as refeições, da mesma forma que o consumo de maçã também é recomendado (rica em antioxidantes e flavonóides);
  • É recomendado ingerir peixes de água gelada (salmão, sardinhas, truta, anchovas e arenque), que são fontes de ômegas-3, além dos ovos enriquecidos (ovos de galinhas alimentadas com uma dieta rica em ácidos graxos Omega 3 – semente de linhaça);
  • As fibras também são importantíssimas: feijão, lentilha, ervilha. Agem como estabilizadores do açúcar e ajudam a queimar a gordura;
  • Beba 6 a 8 copos de água por dia;
  • Prefira alimentos orgânicos;
  • Refogue os alimentos em fogo médio e não doure nada, nem proteínas e nem verduras;
  • Evite comidas industrializadas, como salgadinhos, bolachas, ketchup, refrigerantes e alimentos que contenham corante caramelo na sua composição, dentre outros;
  • Tome chá verde ou suplementos à base dessa bebida com pro bióticos, antioxidantes e substâncias anti-AGEs de última geração na composição (prescritos pelo médico).

 

O que você está esperando? Faça uma lista de compras para a sua pele!

no responses
Destaques