abril 2, 2015

Cuidados com o Sol

O Sol é fundCuidados com o Solamental para a nossa saúde. Porém, a exposição exagerada aos raios ultra-violeta (UV), que são parte de seus componentes, provoca o envelhecimento cutâneo precoce e, além disso, pode levar ao desenvolvimento do câncer de pele.

Para manter-se saudável e evitar doenças é importante expor-se ao Sol, mas tomando sempre as precauções necessárias:

  • Use filtro solar diariamente. Aplique 30 minutos antes de sair e reaplique a cada 2 horas, mesmo em dias nublados. Escolha o seu protetor solar de acordo com o seu tipo de pele.A Sociedade Brasileira de Dermatologia recomenda no mínimo FPS 15. E dê preferência aos protetores solares que bloqueiam tanto os raios UVB quanto os UVA;
  • Evite exposição solar no horário entre 10h e 16h. Neste intervalo, há maior intensidade de radiação ultravioleta;
  • Proteja-se durante todo o ano, e não só no verão;
  • Prefira usar vestimentas (camisas, bonés, shorts) com proteção solar;
  • Cuidado com a luz refletida. A luz do Sol reflete na areia, na neve, no concreto e na água, atingindo a pele, mesmo na sombra;
  • Evite exposições prolongadas e repetidas ao Sol. Os efeitos da radiação solar são cumulativos, ou seja, os danos causados na pele vão se sobrepondo e tornam-se mais evidentes após os 30 anos;
  • As crianças precisam ainda mais de proteçã Até os seis meses de idade evite exposição direta ao Sol;
  • Nas crianças recomenda-se o uso do protetor solar a partir de 6 meses de idade.Entre 6 meses e 2 anos, deve-se preferir o uso de protetores solares específicos para crianças, por conterem em sua formulação filtros físicos;
  • Queimaduras solares na infância e na adolescência aumentam o risco de câncer de pele no adulto;
  • Durante a gravidez, o uso de protetor solar é seguro e importante na prevenção do melasma;
  • Use também protetor solar labial (reaplique a cada 2h) e óculos escuros com lentes com proteção UV;
  • Os cuidados devem ser maiores em grandes altitudes e em climas tropicais, porque as radiações solares são mais intensas nessas áreas;
  • Prevenir ainda é o melhor remédio!

Em caso de dúvida, consulte seu dermatologista.

 

Compartilhar: / / /
Destaques
cirurgia.net
Recomendações

Temas Relacionados