setembro 13, 2015

Gravidez

A gravidez é um momento em que a pele e o corpo da mulher passam por uma série de transformações, algumas indesejáveis. Mas, nem tudo está perdido! Grávidas podem cuidar da pele. Porém, não é todo tratamento que está indicado neste período. Confira as repostas para as principais dúvidas que surgem durante a gravidez:

É verdade que coçar a barriga na gravidez dá ESTRIA? 

Não, coçar a barriga na gravidez não dá estria. O que acontece é o contrário! É a estria que provoca coceira antes de aparecer. Aí a pessoa fica achando que foi o ato de coçar ali que causou o surgimento da estria.
Conforme a pele estica, com o crescimento da barriga, a derme (camada mais profunda da pele) pode se romper. Quando a derme está se rompendo, ela pode causar uma sensação de coceira antes de a estria aparecer.
Mas, em boa parte a tendência a estrias é hereditária. Se a sua amiga teve a sorte de não ter nenhuma estria, talvez não tenha sido por causa do creme que ela usou, mas porque ela não tinha tendência genética a ter as temidas linhas na pele.
Para prevenir o aparecimento de estrias, o melhor é manter um peso apropriado durante a gravidez, utilizar cremes hidratantes com vitaminas A e D e acompanhar com seu dermatologista.

 

Grávida pode fazer DEPILAÇÃO?

De modo geral e se for com cera, pode sim, desde que você não seja sensível demais à dor extra que poderá sentir. Tanto a cera quente como a fria não vão fazer mal para a mãe ou para o bebê, mas é preciso tomar bastante cuidado com as condições de higiene do local onde a mulher se depila, porque, isso sim, pode ser fator transmissor de doenças

Evite os cremes depilatórios, porque eles são produtos químicos mais fortes, que podem conter amônia na fórmula e passar para a corrente sanguínea da mãe e, consequentemente, para o bebê em desenvolvimento.

Usar lâmina de barbear também pode, mas tenha em mente que durante a gravidez há mais probabilidade de você ter pelos encravados, que podem incomodar bastante.

Procedimentos de depilação definitiva, como os com laser ou eletrólise, são em princípio contra-indicados na gravidez. É preferível esperar o nascimento do bebê e depois realizar tais procedimentos.

 

É verdade que grávida não pode PINTAR O CABELO?

Ainda não há pesquisas sólidas que indiquem se as tinturas para cabelo são ou não prejudiciais ao feto. Dito isso, como o que se sabe é que existem, sim, substâncias consideradas tóxicas na formulação das tintas, como a amônia, por exemplo. Não custa nada pecar pelo excesso e tentar esperar o máximo possível para voltar a pintar os cabelos.

É aconselhável que não se tinja os cabelos pelo menos no primeiro trimestre da gestação, por esta ser uma fase de maior formação dos tecidos e órgãos fetais.

Algumas dicas para quem não está aguentando o visual de sempre ou os cabelos brancos: usar tonalizantes (que têm curta duração), luzes e reflexos — por serem produtos que não tocam o couro cabeludo, eles podem ser aplicados a partir da segunda metade da gravidez com maior segurança.

 

Tenho muita CELULITE. Será que a gravidez vai piorar ainda mais minha celulite?

A celulite nada mais é do que acúmulo de uma espécie de gordura, e parece estar ligada à produção de hormônios femininos, portanto, tende sim a ser um problema maior depois da puberdade e durante a gravidez. Na gestação, além de uma maior circulação hormonal no corpo, há ainda o ganho de peso natural da mulher.

O que se recomenda para atenuá-las é praticar exercícios e tonificar os músculos, tudo na medida do que for seguro para uma gestante fazer.

Depois que o bebê nascer, você poderá então intensificar a rotina de atividades físicas e até fazer dieta moderada para emagrecer, o que contribuirá mais para melhorar aquele aspecto de casca de laranja da pele que tanto incomoda.

 

A DRENAGEM LINFÁTICA corporal está indicada na gravidez?

A drenagem linfática é uma ótima opção para aliviar as dores nas pernas causadas pela retenção de líquidos na gravidez. Alguns cuidados devem ser tomados, como: evitar a drenagem na região do abdomen e não usar cremes corporais com Nicotilato de Metila e/ou Cafeína.

 

Tenho que tirar o PIERCING do umbigo agora que estou grávida?

O ideal é tirá-lo alguns meses antes de engravidar, para tentar evita que a cicatriz se alague. Mesmo que você retire o piercing no início da gravidez, o furo tende a se alargar.

Se você ainda não tem um piercing no umbigo e está louca para colocar, é melhor adiar o projeto para depois do parto, já que o crescimento da barriga estica a pele e pode provocar irritação na região. Além disso, com o passar dos meses, vai ficar cada vez mais difícil manter a área limpa e evitar uma infecção.

Lembre-se de que terá que tirá-lo de qualquer jeito se for se submeter a uma cesariana, porque não pode haver metal perto do local onde a incisão será feita.

 

Posso tratar a ACNE na gravidez?

Sim, você não precisa esperar o término da gravidez para iniciar o tratamento da acne. Ela pode ser tratada com antibióticos orais e tópicos específicos e sabonete de ácido salicílico em baixas concentrações, com bons resultados! Depois da gravidez, uma gama maior de produtos é permitida.

 

Grávida pode tratar o MELASMA?

Sim, alguns clareadores estão liberados na gravidez, mas não são todos. Lembre-se: além dos clareadores, o filtro solar é indispensável para prevenir o o surgimento de manchas na pele durante a gravidez?

 

Posso fazer PEELING durante a gravidez? 

Os peelings químicos estão contra-indicados na gravidez e amamentação. Já o de Cristal e o de Diamante estão liberados, por serem peelings mecânicos que se limitam à camada camada mais superficial da pele.

 

Grávida pode aplicar BOTOX?

A toxina botulínica (Botox®, Dysport®, Prosigne® ou Xeomin®) está contra-indicada na gravidez. A toxina pode cair na corrente sanguínea e causar prejuízos para o feto. Recomenda-se seu uso somente após a amamentação.

 

Durante a gravidez é importante que não se tome atitudes impulsivas, pois isso pode comprometer o desenvolvimento do bebê. Consulte seu dermatologista regularmente!

Compartilhar: / / /
Destaques
cirurgia.net
Recomendações