abril 2, 2015

Processo de cicatrização

Processo de cicatrizaçãoUma das principais preocupações de quem deseja fazer uma cirurgia plástica é a cicatriz final. Frequentemente, o aspecto estético é o fator mais importante utilizado por pacientes, e mesmo médicos, para se julgar o resultado de um procedimento cirúrgico. A aparência da cicatriz pode variar dependendo da técnica cirúrgica utilizada, assim como da localização corporal e predisposição individual.

A cicatriz surge com a evolução natural da cura de ferimentos e cirurgias. Esse processo costuma ser demorado. Somente após 1 ano é possível saber como ficou seu formato definitivo. A cicatriz ideal é uma linha fina, ao nível da pele, quase imperceptível, que se mistura com vincos ou marcas naturais.

A pele jovem, quando comparada com a do idoso, tende a determinar cicatrizes maiores e mais espessas. Já as peles negras e morenas tendem a evoluir para a formação de quelóides, ou seja, cicatrizes com dimensões maiores que o ferimento ou corte que as produziu. A ação do Sol também afeta a ferida em fase de regeneração, deixando-a escura. Outros fatores como fumo e estresse podem interferir nesse processo. Sabe-se, ainda, que algumas partes do corpo apresentam forte tendência para a formação de marcas inestéticas. São exemplos os locais de constante movimento, como mandíbula, ombro, braços e pernas.

Embora não se consiga eliminar uma cicatriz por completo, felizmente existem diversos tratamentos que podem ser utilizados, associados ou não, para aprimorar sua aparência. A maioria deles podem ser feitos no consultório dermatológico com anestesia local. E, em muitos casos, o planejamento cirúrgico e a prescrição de medicamentos específicos minimizam a necessidade de posterior correção da cicatriz.

A melhor alternativa para se obter uma boa cicatrização – nos casos em que não forem comprovadas deficiência nesse processo – é o repouso. Em geral, quando o paciente segue as orientações do médico o resultado é uma cicatriz esteticamente agradável.

Compartilhar: / / /
Destaques
cirurgia.net
Recomendações